Olá! Seja bem vindo ao nosso site. 

 15 de Novembro de 2018

A Comissão de Educação da Assembleia Legislativa do Espírito Santo (Ales), recebeu nesta terça-feira (4) a subsecretária de Planejamento e Avaliação da Secretaria de Estado da Educação (Sedu), Andressa Buss Rocha para falar do resultado que colocou o Ensino Médio no Espírito Santo em primeiro lugar no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica do Brasil no quesito aprendizagem de língua portuguesa e matemática, com a média 4,78.

 

A gestora atribui o resultado a três projetos: “Escola Viva”, “Jovem de Futuro” e “Pacto pela Aprendizagem”. “Estamos colhendo os frutos de um trabalho coletivo e essa vibração precisa chegar às salas de aula para que muito em breve possamos alcançar as metas traçadas no Plano Estadual de Educação”, afirmou a subsecretária.

 

Outro resultado comemorado foi a queda nos índices de abandono e reprovação das Escolas da Rede Pública Estadual. O índice de abandono que em 2014 era de 8,1%, caiu para 3,4% na avaliação de 2017. Já o de reprovação era de 18,8% em 2014 e caiu para 13,6% em 2017. Na avaliação das Redes Estaduais, o Espírito Santo alcançou o segundo lugar no país, ficando atrás apenas do Estado de Goiás.

 

Quem coordenou os trabalhos do colegiado foi a deputada Luzia Toledo (MDB), que também deu destaque à “Escola Viva”, como fator preponderante para a obtenção desse resultado. “Estamos muito honrados com esse resultado, por saber que o Projeto Escola Viva passou pelo aval aqui desta Casa e fez toda a diferença para atingirmos esse resultado”, finalizou a parlamentar.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

*Com informações Web Ales/Redação IOL

Últimas Notícias

 

TV IOL- Canal Livre

Divirta-se

Colunistas

Destaques






Previsão do Tempo

Dicas das Estradas

Parceiros do IOL