Olá! Seja bem vindo ao nosso site. 

 17 de Novembro de 2018

São Paulo: Suzane von Richthofen deixou a penitenciária feminina de Tremembé (SP) nesta quinta-feira para o benefício da saída temporária do Dia das Mães. Em 2002, ela foi condenada a 39 anos de prisão pelo assassinato dos pais, Manfred e Marísia von Richthofen, atuando junto com o então namorado, Daniel Cravinhos, e o irmão mais velho deste, Cristian.

 

A saída é um benefício concedido até cinco vezes ao ano a detentos do regime semiaberto que possuem bom comportamento e podem ficar sem vigilância, no período limitado a até sete dias, mediante o registro de um endereço fixo de permanência fora do presídio. Suzane já era esperada pelo noivo e seguiu com ele para Angatuba, na região de Sorocaba, onde o empresário mora.

 

A lei não proíbe que criminosos condenados pelo assassinato dos pais tenham direito ao benefício nas datas comemorativas dos dias dos pais e das mães.

 

Outra detenta famosa, Anna Carolina Jatobá, condenada a 26 anos e oito meses de cadeia pela morte da enteada Isabela Nardoni, também foi beneficiada com a saída temporária correspondente ao dia em que se prestam homenagens às mães. Ela saiu do presídio um pouco antes da colega de prisão. Seu destino de Anna Jatobá não foi informado.

 

Segundo a Secretaria de Administração Penitenciária (SAP), as duas devem se apresentar de volta à Penitenciária Santa Maria Eufrásia Pelletier, em Tremembé, até as 17 horas de terça-feira, dia 15. A presa cumpre pena desde 2006 e, há três anos, está em regime semiaberto. A Defensoria Pública de Taubaté entrou com pedido de progressão para o regime aberto, no qual o detento fica em liberdade.

 

Fotos/Reprodução

 

 

 

 

 

 

 

 

 

*Com informações Veja/Redação IOL

Últimas Notícias

 

TV IOL- Canal Livre

Divirta-se

Colunistas

Destaques






Previsão do Tempo

Dicas das Estradas

Parceiros do IOL