Olá! Seja bem vindo ao nosso site. 

 17 de Janeiro de 2018

Pres.Kennedy: A prefeitura percorreu essa semana junto com representantes do Porto Central, áreas que poderão ser utilizadas como compensação florestal, assim que a primeira etapa das obras do porto começarem, previstas para o final de 2018.

 

O secretário municipal de Meio Ambiente, Maycon Valpasso, acompanhou os trabalhos e disse que é preciso equacionar as necessidades do município ao desenvolvimento econômico, buscando minimizar danos e impactos ambientais, mas de modo que o projeto seja viabilizado. 

 

"Essa vistoria é fruto do diálogo entre o Governo do Estado, o município e o Porto Central, no sentido de fazer um acordo de cooperação técnica, que é uma das condicionantes do empreendimento junto aos órgãos públicos, onde o Iema e a nossa secretaria se responsabilizam em orientar onde e como fazer a compensação florestal. O objetivo é unificar as nossas necessidades e buscar soluções integradas", comentou Maycon.

 

O Instituto Estadual de Meio Ambiente (Iema), a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e representantes do Porto Central estiveram em comunidades como Marobá, Neves e São Paulo, em áreas que pertencem ao Porto Central e outras que são privadas, mas classificadas como Área de Proteção Ambiental, de acordo com a Lei Orgânica Municipal, para fazer a vistoria.

 

A compensação florestal deverá passar por aprovação do Ibama. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Redação IOL 

Últimas Notícias



TV IOL - Vídeos

O ES tem muitos encantos e amores - Confira!

Colunistas


Destaques

 


 





 


    

Previsão do Tempo

Dicas das Estradas

Parceiros do IOL