Olá! Seja bem vindo ao nosso site. 

 17 de Outubro de 2018

Itapemirim: O Centro de Diagnóstico por Imagem (CDI) "Camilo Cola" foi inaugurado na tarde de ontem, em Itapemirim. Com isso, os moradores que antes precisavam recorrer a Cachoeiro ou Vitória para fazer exames de raio-x, densitometria óssea, mamografia, tomografia, ultrassonografia e ressonância magnética, não vão mais precisar sair da cidade. 

 

Aproximadamente 95% dos atendimentos na unidade serão para pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS). A oferta de exames será feita por meio de contratualização entre a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) e o Hospital Evangélico de Itapemirim.

 

Além do homenageado, o ex-deputado federal Camilo Cola, o evento contou com a presença do governador Paulo Hartung (MDB), do prefeito interino Thiago Peçanha (PSDB), dos deputados Marcos Mansur (PSDB) e Janete Sá (PMN). Também estiveram os prefeitos de Marataízes, Tininho Batista (PDT) e de Piúma, Professor Ricardo.

 

O Centro nasce de parceria entre Estado, Prefeitura, hospital filantrópico e conta com recursos, também, de emendas de Cola, quando ainda deputado federal. O governador elogiou o presidente do Hospital Evangélico, Elizeu Vargas, e o superintendente Wagner Medeiros pela qualidade do trabalho desenvolvido e modelo de gestão.

 

O governador Paulo Hartung destacou a importância de expandir a saúde para todo o Estado. "Esse Centro de Imagem é uma entrega de melhorias e avanços na área da saúde para cada cidadão de Itapemirim e cidades vizinhas".

 

O Evangélico é um dos hospitais que têm convênio com o governo Estadual para realizar atendimentos de saúde para a população do sul do Espírito Santo. Hoje, a Secretaria de Estado de Saúde (Sesa) mantém contrato com a unidade e são repassados R$ 3,6 milhões por ano para consultas, exames e internação.

 

Segundo o prefeito interino, o Hospital Evangélico recebeu o maior investimento da história do município, R$ 5,5 milhões. De acordo com ele, o diagnóstico precoce, possibilitado pelo CDI, é fundamental. "Além de desobrigar nossos munícipes a buscar atendimento em outros municípios. Minha satisfação é como prefeito e como médico", disse.

 

"Em breve, vamos ampliar o quantitativo de cirurgias vasculares e oferecer cirurgias nas especialidades de ginecologia, urologia e ortopedia, no Hospital Evangélico de Itapemirim, pertencente à rede de hospitais filantrópicos. Serão ofertados 1.080 procedimentos cirúrgicos nessas quatro especialidades, com custo de aproximadamente R$ 1,5 milhão", disse o secretário de Estado da Saúde, Ricardo de Oliveira.

 

A oferta de cirurgias nessas especialidades vai beneficiar toda a população da Região Sul. Hoje, os pacientes dessas três especialidades realizam consultas com um médico especialista na própria região, seja no Centro Regional de Especialidades (CRE) de Cachoeiro de Itapemirim, no Hospital Estadual São José do Calçado ou em um dos prestadores de serviço com os quais a Secretaria de Estado da Saúde mantém contrato. Mas, por ser a demanda maior do que a oferta de serviços na região, quando precisam de cirurgia esses pacientes têm que ser encaminhados para a Grande Vitória.

 

Desde o início do governo, afirma Oliveira, a Secretaria de Estado da Saúde trabalha para garantir a oferta de serviços mais próximo do cidadão. Nesse sentido, a contratualização para a realização destas cirurgias no Hospital Evangélico de Itapemirim é mais um passo na regionalização do atendimento em saúde e tem como objetivo dar mais qualidade de vida para os usuários do SUS, evitando que eles precisem viajar longas distâncias para ter acesso ao procedimento cirúrgico necessário.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

*Redação IOL

Últimas Notícias

TV IOL- Canal Livre

Divirta-se

Colunistas

Destaques






Previsão do Tempo

Dicas das Estradas

Parceiros do IOL